Bem vindo ao blog da Guarda Municipal de Taapiramuta

BEM VINDO AO BLOG DA GUARDA MUNICIPAL DE TAPIRAMUTÁ, O SEU ESPAÇO DE NOTICIAS.

PARA COLABORAR COM O BLOG, ENVIE A SUA MATERIA PARA E-MAIL.

guardamunicipaldetapiramuta@gmail.com


Horas

sábado, 8 de junho de 2013

GUARDA MUNICIPAL DE ARACAJU (SE) FAZ TREINAMENTO PARA USO DE ARMA NÃO LETAL SPARK



Os guardas municipais (Gms) que atuam no grupamento Ronda da Capital (Rondac) participaram de mais uma capacitação técnica. O efetivo recebeu orientações para a utilização do dispositivo elétrico incapacitante, a Spark. O objetivo do curso, que se encerrou nesta quinta, 6, é habilitar o grupo para atuar com o equipamento durante as rondas preventivas realizada nas ruas da capital, coibindo a ação delitiva dos infratores, em especial nos terminais de integração.
Na instrução, os guardas aprenderam desde as situações em que a Spark deve ser aplicada, até os detalhes do funcionamento do dispositivo. De acordo com o GM Dilson Tavares, responsável por ministrar o curso, a arma não letal pode ser usada tanto para defesa como controle por parte do agente, além disso, reduz as taxas de lesão bem como as queixas por uso de força excessiva.
"A Spark é o primeiro dispositivo elétrico incapacitante genuinamente nacional. Ele funciona com cerca de 40% menos de energia, que as concorrentes internacionais, garantindo mais segurança na incapacitação do agressor do que as tecnologias existentes. O equipamento emite pulsos elétricos que atuam sobre o sistema neuromuscular, causando desorientação, fortes contrações musculares e queda do indivíduo, incapacitando-o enquanto estiver sob a ação do dispositivo", explicou.
Diante da exposição teórica sobre a Spark, os GMs passaram por avaliação oral e escrita. Posteriormente, realizaram as atividades práticas, como disparos em anteparo, choque por contato individual e em grupo. "A turma foi bastante dedicada e o curso foi bastante proveitoso. A partir de agora, todos já estão qualificados para operar mais um instrumento nã-letal em defesa da sociedade aracajuana", destacou Dilson.
Para a GM Eline Silva, a Spark é um ótima ferramenta de trabalho e a capacitação é fundamental para a atuação nas ruas. "O agente de segurança deve ter a consciência de que é primordial saber o funcionamento do dispositivo, pois deve ser utilizado com bastante cautela. Essa instrução vem dar a ênfase no preparo do GM", ressaltou.


Fonte: Coisas de Socorro

Nenhum comentário:

Postar um comentário