Bem vindo ao blog da Guarda Municipal de Taapiramuta

BEM VINDO AO BLOG DA GUARDA MUNICIPAL DE TAPIRAMUTÁ, O SEU ESPAÇO DE NOTICIAS.

PARA COLABORAR COM O BLOG, ENVIE A SUA MATERIA PARA E-MAIL.

guardamunicipaldetapiramuta@gmail.com


Horas

sexta-feira, 30 de novembro de 2012

1º MULHER A COMANDAR O BOPE VENCEU "SEM PEDIR PRA SAIR"



Cynthiane raspou o cabelo e passou cinco meses com um grupo de homens na mata, enfrentando dificuldades impostas por um dos mais rigorosos cursos de ações táticas e operações especiais do país, que prepara policiais de tropas de elite para atuar em situações complexas como sequestros e distúrbios em presídios. No dia 19 de outubro, a hoje tenente-coronel Cynthiane Maria Santos, de 40 anos, foi nomeada pela Polícia Militar a primeira mulher a comandar uma tropa de elite no Brasil: o Batalhão de Choque do Distrito Federal.
"No curso [do Bope], a pressão é tanta que você fica assexuado. Não tive nenhum problema" Cynthiane Maria Santos, tenente-coronel da PM
Rastejar na lama, buscar criminosos na mata e suportar frio, longas caminhadas, noites sem dormir, racionamento de comida e horas seguidas de aulas de tiro garantiram a Cynthiane a farda com uma caveira, símbolo das melhores tropas de elite do mundo.
Ela é uma das poucas brasileiras a concluir um curso da elite da polícia. Formada em 1999 no treinamento do Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope) do Distrito Federal, foi a única mulher em meio a 42 homens. Vinte abandonaram. Ela, não.
"Ainda há preconceito. Ouço comentários de que não acreditam que eu concluí o curso, que não sou capaz. Mas os homens me respeitam, nunca tive caso de insubordinação. Ainda quero mais. Todo mundo sabe que meu sonho é comandar o Batalhão de Operações Especiais", diz a tenente-coronel.
Ela garante que não teve qualquer regalia ou diferencial em relação aos demais colegas. Nos treinamentos na mata, tinha que procurar "uma moita" mais longe quando precisava ir ao banheiro. "No curso, a pressão é tanta que você fica assexuado. Não tive nenhum problema".

'Pede pra sair'

As dificuldades do curso fizeram Cynthiane pensar em desistir. "Eu falava 'vou pedir para ir embora, não aguento mais', e meus colegas do curso me incentivavam a fazer isso. Eles respondiam ‘pede, pede para sair mesmo, porque daí eu posso sair também’. Não desistiam porque eu ainda estava lá", relembra. "Mas daí eu pensava: daqui eu não saio, daqui ninguém me tira".
Além do Distrito Federal, nove estados possuem Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope). Em nenhum deles, no entanto, uma mulher completou o curso de formação. Em Roraima, uma sargento passou nos testes físicos e psicológicos, conseguiu ingressar no treinamento que dura 7 meses, mas foi cortada depois de 80 dias. Segundo o major Elias Santana, comandante do Batalhão de Operações Policiais Especiais de Roraima, ela não suportou as adversidades do curso.
"Eu falava 'vou pedir para ir embora, não aguento mais', e meus colegas do curso me incentivavam a fazer isso. Eles respondiam ‘pede, pede para sair mesmo, porque daí eu posso sair também’.Cynthiane Maria Santos.
No Bope do Rio de Janeiro, famoso pelo filme "Tropa de Elite", nenhuma mulher foi formada desde que a unidade foi criada, em 1978. Em São Paulo, tanto as Rondas Ostensivas Tobias de Aguiar (Rota) quanto o Comandos e Operações Especiais (COE), tropas usadas na repressão contra grupos armados em situações de alto risco, não permitem mulheres em seus grupos operacionais.
Os cursos de Comandos, do Exército, de Para-Sar, da Aeronáutica e de Comandos Anfíbios, da Marinha, também não permitem o ingresso de mulheres. Os três grupos das Forças Armadas formam agentes extremamente especializados em ações contra-terrorismo, no resgate de reféns, em inteligência e ações diferenciadas em zonas de conflito.
"Este universo de tropas especiais é muito masculino. Eu já estou completamente integrada aqui no Distrito Federal, mas deve ter situações pelo país que mulheres ainda enfrentam muito preconceito", afirma Cynthiane.
Depois de Cynthiane, nenhuma outra mulher fez um curso de operações especiais no Brasil. Onze anos antes dela, duas mulheres, também no Distrito Federal, fizeram um curso semelhante, mas ainda não existia Bope na região.
"A minha chegada ao comando mostra que uma mulher pode qualquer coisa, basta querer, ter preparo psicológico e persistência", completa a oficial, com unhas pintadas de vermelho e longos cabelos pretos presos em um rabo de cavalo.
"A minha chegada ao comando mostra que uma mulher pode qualquer coisa, basta querer, ter preparo psicológico e persistência" _Cynthiane Maria Santos


"Vamos cortar o cabelo longo dela"

Cynthiane recorda que, no início do curso, ouviu uma conversa entre dois instrutores. "Vamos cortar o cabelo longo dela e fazer ela se desligar. Pegar ela pela vaidade", recorda. "Eu ouvi o comentário e cheguei ao quartel de cabelo curto, mas decidiram passar máquina zero. Meu filho tinha 3 anos e se assustou quando me viu. Eu brinco que carreguei cada um dos meus companheiros nas costas, porque tinha que mostrar que eu estava ali para sobreviver, para mostrar para eles que eu era capaz", diz a oficial.
"Acho que foi muito mais difícil para eles, homens, entenderem que eu estava passando por todas as etapas e conseguindo ir adiante, do que para mim. Quando decidi fazer o curso, pensei: eu só saio daqui se algo grave acontecer. Não vou desistir", afirma.
"Para mim, é um enorme desafio comandar o Choque por nenhuma outra mulher ter comandando uma tropa de elite no país. Mas não deixo a feminilidade de lado, por ser o que eu sou. Uso vestido, salto alto, maquiagem. Fora do quartel, eu sou a Cyntiane, não a comandante"._ Cynthiane Maria Santos


Treinamento diferenciado

O Bope do Rio de Janeiro, unidade reconhecida como uma das melhores do mundo em incursões em favelas, devido a operações diárias contra traficantes, tem algumas policiais mulheres que trabalham em áreas como medicina e comunicação social. No entanto, segundo o coronel Mário Sérgio Duarte, ex-comandante-geral da PM do Rio e que comandou o Bope, nenhuma delas fez o curso.
"Não há mulheres cursadas no Bope. Até há algumas do quadro de combatente, em outros setores. Tínhamos o projeto de adequar o curso para a presença de mulheres, com um teste de aptidão física (TAF) e treinamentos diferenciados, mas não acabou ocorrendo", diz Duarte.
Através da assessoria de imprensa, o Bope do Rio de Janeiro informou que não limita vagas pelo sexo e que tanto homens como mulheres podem se inscrever no curso. "As provas seletivas são as mesmas e não há previsão para modificação no edital, visando diferença em qualquer etapa do concurso".
Filha de militar do Exército, a tenente-coronel Cynthiane lembra que sempre teve o apoio da família na carreira, desde que ingressou na Academia da PM do Distrito Federal, em 1992. Nas ruas, ela trabalhou no policiamento de trânsito, na Guarda Presidencial e, por um ano, em missão de paz da Organização das Nações Unidas (ONU) no Timor Leste.
"Quando me formei como PM, os tempos eram outros. As mulheres trabalhavam em grupos separados dos homens. Depois que fiz curso de pós-graduação, assumi a responsabilidade por áreas de ensino da polícia", relembra. "Resolvi conhecer um dos vários cursos realizados no Bope e o primeiro que fiz foi para me especializar na segurança de autoridades. Eu estava em ótima forma física e o comandante do Bope me convidou para ficar. Não tinha ideia do que me esperava".
No comando do Batalhão de Choque, que inclui pelotões que buscam conter assassinatos na região metropolitana do Distrito Federal, a oficial diz que a profissão lhe permite viver muitas emoções e "situações bem peculiares". "Quanto você está em uma troca de tiros, sua vida está em risco por milímetros. É uma situação em que você está muito exposto", diz.
Ela recomenda que mulheres tenham coragem para arriscar na carreira. "Para mim, é um enorme desafio comandar o Choque por nenhuma outra mulher ter comandando uma tropa de elite no país. Mas não deixo a feminilidade de lado, por ser o que eu sou. Uso vestido, salto alto, maquiagem. Fora do quartel, eu sou a Cyntiane, não a comandante.

Fonte: G1

quinta-feira, 29 de novembro de 2012

GUARDA MUNICIPAL DE MARAGOJIPE (BA) EM AÇÃO





Um jovem na noite do dia 25/11 próximo ao mercado do Areal enfrentou o comandante da Guarda Municipal de Maragojipe Nelson Querino, em um total descontrole o desconhecido partiu para cima do servidor público que teve que reagir usando a força para controla-lo, Nelson em sua pagina no Facebook falou sobre o assunto vejam:
"Venho agradecer a Deus por esta vivo e por ter me livrado da peleja do inimigo, trabalhando, fui agredido e ameaçado por um elemento fui obrigado a utilizar da força necessária e do apoio da PM, para conduzir o elemento para a Delegacia, muita violência, agora me pergunto como vamos trabalhar desarmados? Sem um colete balístico? Entrego a minha vida nas mãos do Senhor, pois sei que ainda que eu ande pela sombra do vale da morte não serei atingido porque o Sr. estará comigo".
A crescente violência que assola Maragojipe, temos que atacar as causas para evitar as consequências.


Fonte: http://www.enadiocareca.com.br/2012/11/guarda-municipal-de-maragojipe-em-acao.html

GUARDA MUNICIPAL DE FEIRA DE SANTANA (BA) APREENDE 1 KG DE MACONHA PRÓXIMO A ESCOLA





Prepostos da Guarda Civil Municipal de Feira de Santana, sob o comande de Marcos Vinicius, apreenderam, na noite de ontem (27/11), por volta de 19 horas, 1kg de maconha prensada, além de 60 dolões da mesma droga.
O que chamou atenção da Guarda foi que a droga estava ao lado do muro da Escola Municipal Celida Soares, no bairro Rua Nova.
Marcos Vinicius afirmou para reportagem que recebeu uma denuncia anônima, informando que tinha um saco contendo droga, próximo da escola.
O mesmo foi verificar juntamente com a sua guarnição, onde encontrou toda droga.
Os guardas encaminharam a maconha para a Central de Flagrante no Complexo Policial Investigador Bandeira e apresentou ao delegado platonista.
No dia de hoje, investigadores da Delegacia de Tóxicos Entorpecentes deve iniciar uma investigação para descobrir de quem era a droga.

Fonte: http://www.policiaeviola.jornalfolhadoestado.com/noticias/753/guarda-municipal-apreende-1kg-de-maconha-proximo-de-uma-escola/

“Refém-bomba”: a nova estratégia dos assaltantes de banco. Gerente de agência na Bahia passou a noite inteira com duas dinamites amarradas ao corpo.




Um gerente do Banco do Brasil da cidade de Caetité/BA foi sequestrado, teve duas bananas de dinamite amarradas ao corpo e conectadas a um aparelho celular e, em seguida, foi ‘liberado’ para dormir na sua casa. 
 Mas não poderia jamais retirar os explosivos. Se ele avisasse a polícia, os bandidos acionariam o artefato.
Em troca da vida, o gerente deveria pegar dinheiro no banco, em seguida dirigir seu carro até um local indicado pelos criminosos. Nesse local, os bandidos apareceram em outro carro e emparelharam com o veiculo do gerente. 
O dinheiro foi repassado pela janela dos veículos, sem que ninguém precisasse sair dos automóveis.
Ou seja, os assaltantes levaram a quantia [não revelada] sem pôr os pés na agência bancária. A polícia desconectou os explosivos do corpo do gerente.
De acordo com a imprensa local, a PM informou que "o artefato possuía duas bisnagas de emulsão gel (explosivo)", mas que foi verificada a ausência de espoleta, "o que proporciona a detonação do artefato."
Dados – G1
Segundo dados do Sindicato dos Bancários, em 2012, foram registrados 147 ataques a banco e caixas eletrônicos na Bahia. O número já é 30% maior que o total registrado em 2011.

No total, foram 78 explosões ou arrombamentos de caixas eletrônicos, 48 assaltos a agências bancárias e 21 tentativas frustradas. A maioria das ocorrências foi registrada no interior do estado.

sexta-feira, 23 de novembro de 2012

MÃE MATA O FILHO, CORTA-O AO MEIO E JOGA PARA OS URUBUS. ISSO NÃO É MÃE, NEM ANIMAL FAZ ISSO.



 


 
 
A jovem Ana Paula Marquês, de 18 anos, foi presa, na manhã desta quinta-feira (23), acusada de ter cortado o filho recém-nascido ao meio com uma faca de cortar carne, no Bairro Morro da Onça, em Esperantina. 
Até a gora a polícia encontrou apenas uma das partes da criança, que havia sido jogada no fundo de uma capela. A população descobriu que a criança tinha sido assassinada, depois que viram urubus nos fundos da capela, devorando as vísceras do bebê.
CENA FORTE
O delegado de Esperantina, Lucas Craveiro, afirmou que a estudante Ana Paula Marques, de 18 anos, confessou que matou o filho e o cortou em dois pedaços na noite de quarta-feira (21). 
Ela jogou as partes sobre o muro de sua casa, que é vizinha a capela no bairro Morro da Onça. Lucas disse que Ana Paula inicialmente negou o crime, mas voltou atrás e confessou que matou o bebê assim que o teve sozinha dentro de casa, usando uma faca de cortar carne. 
“Ana Paula matou e cortou o filho porque não queria tê-lo e seus pais, com quem reside, não aceitava a gravidez. Ela disse desconhecer ao pai da criança”, falou. “É um tipo de crime que choca todo mundo”, finalizou. 
O corpo foi examinado no hospital local. O delegado vai encaminhar a acusada para o Centro de Atenção Psicossocial (CAPs) para que seja apurada uma possível depressão pós-parto. 
Se for comprovado o transtorno, ela será indiciada por infanticídio, com pena de 2 a 6 anos de prisão. Em caso negativo, ela vai responder por homicídio, com pena de mais de 20 anos de prisão.
 



combatepolicial

Segurança Publica baiana pede socorro



Autora: Tatiana Pereira
Graduada em Marketing e Teologia
Pós-Graduada em Jornalismo Digital
Moderadora do Blog "Jesus é Nosso Rei"


O descaso com a segurança publica nacional é notório já há muito tempo, porém ganhou força na mídia depois da barbárie que estados como São Paulo e Santa Catarina vem padecendo, nos últimos dias várias perguntas começaram a povoar a mente dos brasileiros tais como: Isso começou agora? Apenas esses estados vêm sofrendo com essas atrocidades? Mas bastam alguns instantes lendo matérias na net, ou vendo noticiários locais, que encontramos as respostas para as nossas indagações, e infelizmente são sonoros e tristonhos “NÃO” nada disso começou agora, e “NÃO” não são excepcionalmente esses estados que estão à mercê do crime, um lamentável exemplo é o estado da Bahia, que nos mostra dados alarmantes, numa breve retrospectiva veremos que segundo dados oficiais em 2000 foram registrados na Bahia 315 homicídios, e 10 anos depois esse número passou para 1.484 um assustador aumento de 317% na criminalidade, só para se ter uma ideia da dimensão do estrago no 1° semestre de 2012 Salvador teve um crescimento da criminalidade em 16,29% em relação ao mesmo período em 2011 chegando ao número de 1.288 mortos. 

Valem ressaltar ainda que devido ao grande índice de violência em Salvador já foram registrados diversos casos de ônibus que foram incendiados, postos da policia Militar atingidos a tiros de arma de fogo e bombas caseiras, PM baleados, pessoas feridas, mortes de servidores de presídios, colégios encerrando suas aulas, postos de saúdes sem médicos, casas comerciais fechando mais cedo e um clima de temor e pânico dentro da cidade. 

Diante da circunstância desordenada que Salvador vem padecendo à segurança publica baiana está tão caótica que o comercio sente seus reflexos, no famoso ponto turístico de Salvador o conhecido Pelourinho, o famoso “Pelô” das canções baianas, está deixando de ser um lugar de visitação turística obrigatória devido ao acréscimo da violência no local, já que o mesmo tornou-se um ponto para comercializar drogas, prostituição, latrocínios etc 

Apesar da mídia nacional não noticiar isso, os turistas que visitam o Pelô são defraudados em plena luz do dia, os itens mais almejados pelos ladrões são câmeras fotográficas e celulares, estes são furtados com o intuito de serem trocados por drogas. Depois da greve da policia baiana, foram instaladas câmeras de vigilância nas ruas, hoje já temos a delegacia de proteção ao turista, que funciona de caráter limitada já que em muitos momentos fica fechada para atendimento ao publico, tudo isso tem afugentado turistas levando comércios a fecharem devido à carência de segurança, ou seja, apesar das belíssimas apresentações de grupos como Olodum e filhos de Gandhi a violência local é lastimável e isso infelizmente é um mal que assola não apenas Salvador mais todo o estado, de acordo com o ranking nacional, dos 13 municípios mais violentos do Brasil 8 são na Bahia entre eles estão: Salvador, Simões Filho, Porto Seguro, Itabuna, Lauro de Freiras, Eunápolis, Teixeira de Freitas e Dias D’Ávila, com policiamento degradante como em todo o país, já que o número de policiais nas ruas não é o satisfatório para conter a violência, além disso os mesmos não tem o suporte necessário, as viaturas estão caindo aos pedaços, os salários são irrisórios etc, o governo estadual alega simplesmente que herdamos o estado com muitas dividas, o governo federal não investe em segurança publica como deveria, principalmente nos estados do norte e nordeste. 

Resumindo enquanto nosso governador vai trabalhar no Palácio de Ondina de Aerojaques, os policiais que seriam nossos defensores são abatidos nas ruas como animais, e quanto a nós? , nos resta esperar pelo dia em que nossas correntes que nos prendem ao coronelismo de nossas autoridades baianas sejam quebradas de uma vez por todas, porque ao contrario do que todos pensam o povo baiano não ganhou sua carta de alforria com a morte de ACM muito pelo contrario os nossos grilhões foram apenas reforçados! 

quarta-feira, 21 de novembro de 2012

Após noite de chacina, Secretário deixa o cargo




Antônio Ferreira Pinto, que comandava a Secretaria de Segurança Pública de São Paulo, pediu exoneração do cargo; governador Geraldo Alckmin admitiu "dificuldades" que o Estado vem enfrentando diante da onde violência e prometeu "trabalho redobrado"; quem assume é Fernando Grella, ex-procurador da Justiça

247 – Depois de mais de cinco meses de violência vivida no Estado, o Secretário de Segurança Pública de São Paulo, Antônio Ferreira Pinto, pediu exoneração do cargo. Ele vinha sendo criticado por declarações polêmicas sobre a guerra recente entre a Polícia Militar e a principal facção paulista, o PCC (Primeiro Comando da Capital), e sofria resistência dentro da corporação desde que assumiu o comando da Secretaria. 
Em seu lugar, assume o ex-procurador geral de Justiça Fernando Grella.
O governador Geraldo Alckmin disse que reconhece as "dificuldades" que o Estado vem enfrentando com a onda de violência e anunciou que o trabalho será redobrado. "Nós reconhecemos as dificuldades que estamos passando e vamos nos empenhar de forma redobrada neste trabalho", disse. Alckmin elogiou a atuação de Ferreira Pinto à frente da Secretaria. "O secretário Ferreira Pinto trabalhou conosco quase sete anos, foi um bom secretário de Administração Penitenciária e secretário da Segurança Pública, colocou o cargo à disposição". Segundo ele, o sucessor tem "grande experiência".
Alckmin já busca outros três nomes para substituir Ferreira Pinto antes da onda de criminalidade dominar São Paulo, em maio. Depois que as noites de violência foram ficando mais frequentes, porém, decidiu mantê-lo. Segundo o tucano, uma troca neste momento significaria mais insegurança para a população e erro estratégico de sua administração. Depois de uma madrugada com ainda mais mortes do que a média diária vinha registrando, o Secretário finalmente foi trocado. Entre os discursos que dava, Ferreira Pinto costumava garantir à população paulista que tudo estava sob controle e que o PCC era uma organização falida.


Fernando Grella, novo Secretário de Segurança Pública


Chacina na Grande São Paulo
Na madrugada de terça para quarta-feira, dez pessoas foram assasinadas, 13 ficaram feridas e um ônibus foi incendiado na região metropolitana de São Paulo. Num dos casos, um adolescente morreu depois de balear um policial militar em uma tentativa de assalto na zona leste da capital. No município de Itaquaquecetuba, três pessoas morreram e uma sobreviveu a uma chacina na noite de ontem. Um ônibus foi incendiado na zona leste da capital.
Em Guarulhos, cinco homens foram baleados – um deles morreu – enquanto estavam na frente de um bar. Os ataques vieram de pessoas encapuzadas que estavam em duas motos. Houve confrontos com a polícia em Diadema, onde um suspeito ficou ferido, e Ferraz de Vasconcelos, onde um homem armado de metralhadora trocou tiros com policiais e morreu. Dois adolescentes também foram baleados e morreram em Osasco. O autor dos disparos não foi identificado. Na capital, uma pessoa morreu e três ficaram feridas.

GUARDA MUNICIPAL DE EUNÁPOLIS (BA) ACREDITA NA INOCÊNCIA DOS COMPANHEIROS PRESOS EM SANTA LUZIA




Ontem à tarde o GCM Nascimento (GCM Ilhéus) teve o prazer de conversar com o GCM Paulo Lopes da cidade de Eunápolis, que muito triste e emocionado, escreveu para o Blog do GCM Nascimento sobre o caso dos GCM’S presos na cidade de Santa Luzia. O GCM Lopes acredita na inocência dos companheiros, e desabafa dizendo que eles estavam sendo ameaçados de morte na cidade de Eunápolis. Os GCM’S presos estão a mais de uma semana no Presídio Ariston Cardoso em Ilhéus, onde estão tendo o total apoio dos GCM’S Victor e Joanderson que acompanham de perto o drama destes Guardas Municipais. Leia abaixo na integra o texto escrito pelo GCM Lopes. 

A INOCÊNCIA DOS GCM’S DE EUNÁPOLIS

Caro amigo Nascimento, venho através deste informar sobre o caso dos GCM de Eunápolis presos. Conheço todos eles que estão presos, e dois deles sempre foram meus parceiros de viatura, eles nunca aceitavam arbitrariedade, falta de educação para com as pessoas etc. e tal..., mais por ironia do destino eles acabaram caindo em uma armadilha, feita pelo demônio ou um ser oculto que se manifestaram sobre eles. Aqui em Eunápolis já fizemos varias prisões e todas em flagrante delito. Já colocamos traficantes, ladroes, estelionatários e vários outros infratores na cadeia. Na maioria das vezes sempre estavam presentes nessas prisões eu GCM Lopes, GCM Ribeiro e o GCM Melo (os dois últimos estão presos) por causa de trabalharmos incansavelmente contra o crime, estamos sendo ameaçados de morte. É possível vc ver uma ameaça contra o GCM Lopes no site radar64. Na pagina de comentários sobre a prisão dos meninos.
Sempre pedimos que a prefeitura fizesse um convenio com o SENASP, sempre pedimos um curso de tiro, sempre pedimos um colete balístico para trabalhar, mas tudo foi negado, estamos jogados às traças. O presidente da nossa associação o GCM Vitorio depois de pedir no comercio e demais instituições conseguiu de uma empresa de segurança uns balísticos usados. É certo que os balísticos estavam vencidos ha mais de cinco anos, mais como estávamos precisando então pegamos para usar, pois iam pro lixo mesmo. Os guardas foram até Santa Luzia levar um colega nosso de farda que mora lá nessa ida pôr surgiu três revolveres calibre 38 com um preço muito baixo 2000 os três. 
Por diversas vezes marginais esperou dois desses guardas na porta de casa pra matar, então eles não usavam armas e queriam se proteger, já que a prefeitura não aceitou os pedidos da gente.
Chegando em Santa Luzia, por inexperiência, eles pagaram os dois mil pro vagabundo e o cara deu a eles um revolver calibre 38 com numeração raspada, aí eles perguntaram: cadê os outros dois? O cara respondeu: “vou buscar na casa de meu colega”. Eles queriam ir buscar com o cara. Foi nessa hora que o vagabundo falou: ‘pode me esperar que eu volto” e deu como garantia que ia voltar uma quantidade de  drogas para eles segurarem. Inocentes eles seguraram, com certeza esse mesmo vagabundo ligou pra policia e aí a casa caiu. 
Esperamos em Deus que a juíza do caso acredite na inocência dos meninos. O mais engraçado é que que a policia chegou a pegar o meliante dono da droga no dia, um tal de paulista, mas não se sabe porque o cara foi liberado. Esse tal de paulista segundo informações, tem varias passagens e tem um mandado de prisão em aberto.
Defendo os meninos por que os conheço, se eu não os conhecesse, eu assim como a sociedade, não acreditava neles. Mas com certeza, eles são inocentes nenhum deles é traficante ou usuário de qualquer droga. Sei que Deus sabe de todas as coisas, e vai provar a inocência deles. Luiz Claúdio, Anderson Santiago, Josivaldo Ribeiro, Élcio e Pedro Soares estarei do lado de vocês ontem, hoje e sempre acreditarei em vocês. Deus os abençoe.
Peço à população que não julguem os meninos, sei que é difícil devido a tanta corrupção que vimos no dia a dia na policia e principalmente na politica. Mais a inocência existe.

Paulo Lopes – Guarda Civil Municipal na cidade de Eunápolis/BA
Fonte: http://gcmnascimento.blogspot.com.br/

terça-feira, 20 de novembro de 2012

GUARDA MUNICIPAL DE TEIXEIRA DE FREITAS (BA) REALIZA ENCONTRO PARA DISCUTIR REINVIDICAÇÕES




Foi realizado nesta quarta-feira (14) o encontro da guarda municipal organizado pela Associação dos Vigias e Guardas Municipais de Teixeira de Freitas – AVGMTF na UNEB Campus-X.
O evento teve como objetivo levar até ao corpo legislativo da cidade as reivindicações da categoria que entre elas estão: A construção de uma sede própria devidamente equipada; Concurso para vigias municipais; Estruturação do Departamento de Defesa Social na Secretaria de Segurança do município; Ampliação do Piso Salarial, entre outras que culminarão na regularização da categoria.
Os vereadores da atual gestão e os recém eleitos e que se fizeram presentes receberam as reivindicações e se comprometeram a estudar e dar a devida atenção ao pedido da classe representada pelo Comandante Vieira, o subcomandante Alves, a advogada Dra. Gine A. Kinjyo e o presidente da Associação Gilberto Santos.
O efetivo da Guarda Municipal que formou cerca de 145 pessoas, nasceu com o propósito de frear a violência crescente na cidade através de ações preventivas, com rondas periódicas principalmente nas instituições públicas como as escolas, por exemplo, porém, para que o trabalho possa ser realizado de forma satisfatória, as condições oferecidas a classe devem ser as mais necessárias possíveis, para que uma idéia que nasceu de maneira inteligente não morra na praia por falta de estrutura e organização providas do apoio dos representantes de nosso município.

Fonte: http://www.noiznarede.com.br/encontro-da-guarda-municipal-de-teixeira-de-freitas/

GUARDA MUNICIPAL DE JACOBINA (BA) TEM CORREGEDORIA E OUVIDORIA APROVADA NA CÂMARA DE VEREADORES




GM Marcos Adriano - Comandante da Guarda Municipal de Jacobina/BA

    No dia 07/11/12, foi votada e aprovada por unanimidade pela Câmara de Vereadores de Jacobina, o projeto de Lei que cria a Corregedoria e Ouvidoria da Guarda Municipal de Jacobina, perguntado ao comandante da Guarda Municipal de Jacobina, Senhor Marcos Adriano Rocha dos Santos sobre a importância da criação da Corregedoria e Ouvidoria o mesmo disse, “é primordial para toda instituição de Segurança Pública, ter sua Corregedoria e Ouvidoria independentes, uma vez que além de facilitar o cumprimento disciplinar, ético e hierárquico da Guarda Municipal, a maioria dos convênios com a Polícia Federal e Ministério da Justiça é exigido que a Guarda Municipal possua Corregedoria e Ouvidoria independentes, a exemplo do Convênio para porte de arma de fogo e INFOSEG”.



    Lembrando que a Guarda Municipal de Jacobina protocolou no SINARM (Sistema Nacional de Armas) no dia 26/07/12, o Plano de Trabalho para convênio com a Polícia Federal, autorizando a Guarda Municipal de jacobina a portar arma de fogo, e a Corregedoria e Ouvidoria é uma das exigências da Polícia Federal para firmar o convênio.



Fonte: GM Erivaldo Silva – Guarda Municipal de Jacobina/BA

segunda-feira, 19 de novembro de 2012

GUARDA MUNICIPAL DE MARAGOJIPE (BA) VEM TENTANDO COMBATER A CRESCENTE VIOLÊNCIA NAS ESCOLAS NO MUNICÍPIO



A Guarda Municipal de Maragojipe têm realizado constantes rondas nas escolas da rede municipal de ensino, a fim de minimizar os atos infracionais praticados por alunos. De acordo com informações, no mês de Outubro foi marcado pela violência nos colégios da cidade.  Um aluno teria entrado armado com um revólver e efetuado o roubo de dois aparelhos celulares de outros alunos da unidade de ensino Plínio Ferreira Guedes.  A direção comunicou o fato a Polícia Civil. 
Outra denúncia revela que um aluno da Escola Luís Eduardo Magalhães, supostamente teria ameaçado de morte a vice-diretora da instituição, além de ofender a honra da profissional com palavras de baixo calão. Diante disso, a GOE (Grupamento de Operações Especiais) vem realizando ações para combater a violências nas escolas. A reportagem do Voz da Bahia, tentou contato com a Secretaria de Educação de Maragojipe afim de obter esclarecimentos a respeito do fato, porém sem êxito.  A Guarda vêm conduzindo palestras nas escolas junto com o Conselho Tutelar, para conscientizar os  alunos. As palestras têm como base, o Estatuto da Criança e Adolescentes.

Reportagem e Foto: Voz da Bahia - Fábio Santos
Fonte: http://www.vozdabahia.com.br/index/blog/id54807/maragojipe__cresce_violencia_nas_escolas_do_municipio

GUARDA MUNICIPAL DE ITABUNA (BA) É ASSASSINADO COM MAIS DE CINCO TIROS




Homens armados com revólveres executaram na noite de sexta-feira (16/11) o guarda municipal Armando Batista dos Santos, de 46 anos, no bairro Santa Inês. Cinco tiros foram deflagrados contra o servidor do município o matando na Rua 2 de Julho, próximo a casa dele. A vitima trabalhava como guarda há 24 anos.   Itabuna chega a 145 homicídios neste ano de 2012, já em 2011 foram 148 durante todo ano, porém ainda faltam 44 dias para o fim deste. (Itabuna Urgente).


Fonte:  http://www.amarelinho10.blogspot.com.br/2012/11/itabuna-guarda-municipal-e-assassinado.html

quarta-feira, 14 de novembro de 2012

Homem procurado por assaltos a bancos em MT é detido na BA



   A Polícia Civil prendeu na madrugada desta quarta-feira (14), no município de Feira de Santana, a cerca de 100 Km de Salvador, um homem procurado pela polícia em Mato Grosso e suspeito de participação em assaltos a banco em várias partes do país. Segundo a polícia, ele faz parte de uma quadrilha caracterizada pela violência em suas ações, sendo conhecida como "Novo Cangaço".
   A Polícia Civil do Mato Grosso informou que o homem era procurado pela Polícia Federal e responde a mais de 20 inquéritos policiais na Gerência de Combate ao Crime Organizado (GCCO). Ele ficou conhecido por diversos nomes fictícios, pois usava identidades falsas, o que dificultava sua localização e prisão, informa a polícia. A atuação do grupo criminoso do qual ele faz parte abrangia estados como Bahia, Ceará, Pará, Pernambuco e Mato Grosso.
    A Polícia Civil também informa que a quadrilha era dividida em três partes, com atuações nos estados do Nordeste, outra no Centro-Oeste e estados do Sudeste do país, e uma última itinerante  que se locomovia de acordo com as ações a serem praticadas.
De acordo com o coordenador do Grupo de Repressão a Crimes Contra Instituições Financeiras (Garcif), Daniel Pinheiro, o homem foi encontrado na Bahia em uma pousada com uma garota de programa após denúncia.
 "A gente realizou algumas ações na Bahia visando identificar e prender alguns assaltantes a bancos. Durante algumas ações que a gente realizou em Feira de Santana, chegou a informação de que esse cidadão estaria em uma pousada com uma garota de programa. Nós realizamos uma abordagem e descobrimos que se tratava de um bandido procurado no Mato Grosso por diversos assaltos", afirma Daniel Pinheiro.
   De acordo com a Polícia Civil na Bahia, o homem tem mandado de prisão em aberto e deve ser transferido para o estado do Mato Grosso até o início da próxima semana. Enquanto isso, ele ficará custodiado em presídio da Bahia, que ainda não foi definido.


Fonte: G1

PM é encontrado morto dentro de viatura em Itabira, ele chegou a se despedir dos colegas pelo rádio da viatura




O soldado Matheus Cordeiro, 28 anos, lotado na 89ª Companhia de Recobrimento do 26º Batalhão da Polícia Militar, foi encontrado morto por volta das 13 horas desta quarta-feira, 14 de novembro, dentro de uma viatura da corporação, em Itabira. 
O militar estava a serviço.
O policial era itabirano e teria se despedido dos colegas de trabalho na rede rádio da PM. Em seguida, todas as guarnições passaram a procurar pela viatura. O corpo do militar foi encontrado dentro do veículo em uma estrada ao lado da Estação de Tratamento de Esgoto (ETE), na localidade do Laboriaux. Possivelmente ele atirou contra a própria cabeça com sua arma de trabalho.
 
O comandante do 26º Batalhão, tenente-coronel Edvânio Rosa Carneiro, esteve no local e acompanhou de perto todos os trabalhos da perícia da Polícia Civil. 

A viatura foi rebocada ao pátio do batalhão. 
Visivelmente abalado, o comandante disse que a Polícia Militar vai enviar uma nota oficial à imprensa sobre o caso. 
Edvânio afirmou também que a família do soldado vai receber todo o apoio necessário da corporação.

Fonte : Policianolocal

A IMPORTÂNCIA DO PROJETO DE LEI PARA RESPALDAR AS AÇÕES DAS GUARDAS MUNICIPAIS




Foi com grande sucesso, que a Guarda Civil Municipal de Santa Bárbara D´Oeste consegui através dos seus vereadores a aprovação da alteração na Lei Orgânica do Município, o respaldo legal para a guarda municipal tomar conta da segurança física das pessoas e a manutenção da ordem. Tranquilidade jurídica que muitos guardas municipais desconhecem, defendendo a tese que a a referida sobrepõe a Constituição Federal. Assim pensou a procuradoria geral do município de Santa Bárbara, e entrou com ação alegando anticonstitucionalidade, porém o Tribunal de Justiça manteve a decisão. Em vários cidades foi apresentado a referida proposta, porém poucos políticos aceitaram, ficando evidente o medo de chamar a responsabilidade da segurança para sí. Poucos vereadores tiveram essa coragem, e os gcm devem apoiar essa decisão. Enquanto não se tem decisões sobre a profissão um caminho fácil e LEGAL pode e deve ser a utilização da Lei Orgânica do Município.Ocorre que por influência de muitos profissionais omissos, acabam contaminando todo o ambiente da segurança, evitando o progresso das Gcm's. A proposta vem para nos trazer segurança jurídica e não atribuição como os menos informados pregam. Não dêem ouvidos  aos indolentes, e aqueles que em nada acrescentam na corporação e na sua grande maioria possuem desejos escusos, usando a instituição policial como trampolim, afim de conquistar objetivos pessoais.

Vejam o vídeo, aonde o Secretário de Segurança Trânsito e Defesa Civil de Santa Bárbara D" Oeste Eliel Miranda explica a referida lei.

Mãe e filho morrem depois de serem baleados em Guariba, SP



Família teria brigado com suspeito há alguns dias, segundo o marido dela.
Motivação dos assassinatos será investigada pela Polícia Civil.

Do G1 Ribeirão e Franca
Uma mulher de 51 anos e o seu filho, de 27, foram mortos a tiros na noite de domingo (11), em Guariba (SP). O suspeito de ter cometido os crimes, vizinho da família, está foragido, segundo a Polícia Civil. Os corpos das vítimas foram velados durante toda esta segunda-feira (12) e enterrados no cemitério municipal.
A mãe e o filho foram assassinados por volta das 18h do domingo. O rapaz estava no bairro Monte Alegre, sentado na porta de um bar quando foi baleado na cabeça. De acordo com a Polícia Civil, após matar o jovem, o autor dos disparos teria ido de carro à rua em que eles vivem e disparado contra sua vizinha.
O serralheiro Manoel Moreira de Andrade, marido da vítima, estava em casa no momento em que sua mulher foi assassinada. Ele disse não ter ouvido nada durante o homicídio, mas a viu caída no chão em frente à sua casa. Andrade contou que a família havia brigado com o vizinho poucos dias antes da ocorrência. Os meninos haviam quebrado o carro dele [do vizinho], mas os fiz consertar o carro. Ficou tudo em paz, pelo menos para a gente", afirmou.
Investigações
O delegado responsável pela investigação do caso, Izildo Beltrame, apurará se a briga foi o principal motivo dos crimes. "Vamos ouvir as testemunhas, os familiares, para saber qual foi a motivação desse crime que ceifou a vida de mãe e filho", disse Beltrame.

Recapturado
No momento da morte do jovem no bar, um outro rapaz também ficou ferido na perna e foi socorrido para a Santa Casa de Guariba. Como era foragido da cadeia de Guariba, ele foi recapturado pela polícia.

Parentes e amigos velam corpo de vítima de homicídio em Guariba (Foto: Sebastião Elias/EPTV)Parentes e amigos velam corpo de vítima de homicídio em Guariba (Foto: Sebastião Elias/EPTV)