Bem vindo ao blog da Guarda Municipal de Taapiramuta

BEM VINDO AO BLOG DA GUARDA MUNICIPAL DE TAPIRAMUTÁ, O SEU ESPAÇO DE NOTICIAS.

PARA COLABORAR COM O BLOG, ENVIE A SUA MATERIA PARA E-MAIL.

guardamunicipaldetapiramuta@gmail.com


Horas

sexta-feira, 23 de novembro de 2012

Segurança Publica baiana pede socorro



Autora: Tatiana Pereira
Graduada em Marketing e Teologia
Pós-Graduada em Jornalismo Digital
Moderadora do Blog "Jesus é Nosso Rei"


O descaso com a segurança publica nacional é notório já há muito tempo, porém ganhou força na mídia depois da barbárie que estados como São Paulo e Santa Catarina vem padecendo, nos últimos dias várias perguntas começaram a povoar a mente dos brasileiros tais como: Isso começou agora? Apenas esses estados vêm sofrendo com essas atrocidades? Mas bastam alguns instantes lendo matérias na net, ou vendo noticiários locais, que encontramos as respostas para as nossas indagações, e infelizmente são sonoros e tristonhos “NÃO” nada disso começou agora, e “NÃO” não são excepcionalmente esses estados que estão à mercê do crime, um lamentável exemplo é o estado da Bahia, que nos mostra dados alarmantes, numa breve retrospectiva veremos que segundo dados oficiais em 2000 foram registrados na Bahia 315 homicídios, e 10 anos depois esse número passou para 1.484 um assustador aumento de 317% na criminalidade, só para se ter uma ideia da dimensão do estrago no 1° semestre de 2012 Salvador teve um crescimento da criminalidade em 16,29% em relação ao mesmo período em 2011 chegando ao número de 1.288 mortos. 

Valem ressaltar ainda que devido ao grande índice de violência em Salvador já foram registrados diversos casos de ônibus que foram incendiados, postos da policia Militar atingidos a tiros de arma de fogo e bombas caseiras, PM baleados, pessoas feridas, mortes de servidores de presídios, colégios encerrando suas aulas, postos de saúdes sem médicos, casas comerciais fechando mais cedo e um clima de temor e pânico dentro da cidade. 

Diante da circunstância desordenada que Salvador vem padecendo à segurança publica baiana está tão caótica que o comercio sente seus reflexos, no famoso ponto turístico de Salvador o conhecido Pelourinho, o famoso “Pelô” das canções baianas, está deixando de ser um lugar de visitação turística obrigatória devido ao acréscimo da violência no local, já que o mesmo tornou-se um ponto para comercializar drogas, prostituição, latrocínios etc 

Apesar da mídia nacional não noticiar isso, os turistas que visitam o Pelô são defraudados em plena luz do dia, os itens mais almejados pelos ladrões são câmeras fotográficas e celulares, estes são furtados com o intuito de serem trocados por drogas. Depois da greve da policia baiana, foram instaladas câmeras de vigilância nas ruas, hoje já temos a delegacia de proteção ao turista, que funciona de caráter limitada já que em muitos momentos fica fechada para atendimento ao publico, tudo isso tem afugentado turistas levando comércios a fecharem devido à carência de segurança, ou seja, apesar das belíssimas apresentações de grupos como Olodum e filhos de Gandhi a violência local é lastimável e isso infelizmente é um mal que assola não apenas Salvador mais todo o estado, de acordo com o ranking nacional, dos 13 municípios mais violentos do Brasil 8 são na Bahia entre eles estão: Salvador, Simões Filho, Porto Seguro, Itabuna, Lauro de Freiras, Eunápolis, Teixeira de Freitas e Dias D’Ávila, com policiamento degradante como em todo o país, já que o número de policiais nas ruas não é o satisfatório para conter a violência, além disso os mesmos não tem o suporte necessário, as viaturas estão caindo aos pedaços, os salários são irrisórios etc, o governo estadual alega simplesmente que herdamos o estado com muitas dividas, o governo federal não investe em segurança publica como deveria, principalmente nos estados do norte e nordeste. 

Resumindo enquanto nosso governador vai trabalhar no Palácio de Ondina de Aerojaques, os policiais que seriam nossos defensores são abatidos nas ruas como animais, e quanto a nós? , nos resta esperar pelo dia em que nossas correntes que nos prendem ao coronelismo de nossas autoridades baianas sejam quebradas de uma vez por todas, porque ao contrario do que todos pensam o povo baiano não ganhou sua carta de alforria com a morte de ACM muito pelo contrario os nossos grilhões foram apenas reforçados! 

Nenhum comentário:

Postar um comentário