Bem vindo ao blog da Guarda Municipal de Taapiramuta

BEM VINDO AO BLOG DA GUARDA MUNICIPAL DE TAPIRAMUTÁ, O SEU ESPAÇO DE NOTICIAS.

PARA COLABORAR COM O BLOG, ENVIE A SUA MATERIA PARA E-MAIL.

guardamunicipaldetapiramuta@gmail.com


Horas

terça-feira, 31 de maio de 2011

Guarda Municipal impede chacina em escola de Feira de Santana

Por pouco não aconteceu, uma tragédia em Feira de Santana, parecida a que aconteceu no Rio de Janeiro há meses, quando naquela oportunidade, o ex-aluno Wellington Menezes de Oliveira, 24 anos, entrou na Escola Municipal Tasso da Silveira, situada na rua General Bernardino de Matos, no Oeste do Rio de Janeiro, dizendo que iria fazer uma palestrar e armado com dois revolveres calibre 38 e recarregando as armas, passou nas salas atirando contra os alunos.

Na manhã de hoje (30), por volta de 8h,30, na Escola Municipal Otaviano Ferreira Campos, situada no bairro Novo Horizonte foi invadida, por uma mulher armada com uma faca, falando que iria matar todos, ela foi identificada como Noberta Jesus Mota, 49 anos, residente na Rua Lauro de Freitas, no bairro Novo Horizonte. A tragédia não aconteceu, por que, a vigilante da escola, Marileide Fonseca, reagiu com um pedaço de pau.

A vigilante acionou a Guarda Civil Municipal, que imediatamente se deslocou para a escola, depois conduziu a acusada para Delegacia Especial de Atendimento a Mulher (DEAM). Na delegacia, Noberta demonstrou estado de psicose, alegando que queria ver uma pessoa que reside no interior do terreno da escola. “Eu estava armada mesmo, mais não queria matar ninguém, quero matar as pessoas que incomodam principalmente essas crianças, que anda me roubando, eu tenho até uma arma escondida dentro da minha casa”.

Investigadores da DEAM conduziram a mesma até a residência a procura da outra arma, mas, até o fechamento desta edição, a reportagem não tinha informações se encontrou ou não, outra arma na casa de Noberta.

ASSUSTADOS

A funcionária da Escola Municipal, Juliana da Conceição afirmou para reportagem, que a mulher invadiu a escola com a faca nas mãos, assustando a todos as crianças estavam desesperada. “Eu mesma, entrei correndo, numa sala e tranquei todos, ela estava armada com a faca e fiquei com medo de enfrentá-la, mais graças a Deus, a guarda conteve a mulher e conseguiu tomar a faca das mãos dela”.

O comandante da Guarda Civil Municipal, Marcos Vinicius afirmou que, por pouco Feira de Santana, não era palco negativo nacionalmente, essa mulher estava “doida”, ela entrou com a faca nas mãos, querendo matar as crianças  e falando que ia dar café  e para isso tinha que matar alguém. negociamos   ela solicitou que eu tirasse os equipamentos  então a mesma se distraiu e foi imobilizada  e conseguimos prender a acusada”.




Nenhum comentário:

Postar um comentário