Bem vindo ao blog da Guarda Municipal de Taapiramuta

BEM VINDO AO BLOG DA GUARDA MUNICIPAL DE TAPIRAMUTÁ, O SEU ESPAÇO DE NOTICIAS.

PARA COLABORAR COM O BLOG, ENVIE A SUA MATERIA PARA E-MAIL.

guardamunicipaldetapiramuta@gmail.com


Horas

sábado, 4 de junho de 2011


PM invade quartel ocupado por bombeiros no Rio

Para entrar no local, os agentes utilizaram bombas de efeito moral e de gás lacrimogêneo



Por ordem do Governador Sérgio Cabral, os manifestantes foram presos e, cerca de 600 deles, levados para o pátio da sede do Batalhão de Choque da PM. 
Para entrar no local, os agentes utilizaram bombas de efeito moral e de gás lacrimogêneo. Na ação crianças e mulheres ficaram levemente feridas. Todos receberam atendimento no posto no interior do quartel. 
De acordo com Secretaria estadual de Saúde e Defesa Civil, os manifestantes foram presos por  "invadir órgão público, agredir um coronel e desrespeitar o regulamento de conduta dos militares".   
Nesta manhã, o governador Sérgio Cabral se reúne com a equipe do governo para discutir a conduta dos manifestantes.

Bombeiros e familiares invadem quartel-general
Um grupo que, segundo os bombeiros, chegou a 2 mil pessoas, invadiu, no início da noite desta sexta-feira (3), o Quartel do Comando-Geral do Corpo de Bombeiros, na Praça da República, no Centro do Rio. Eles reivindicam reajuste salarial e melhoria nas condições de trabalho. Entre os manifestantes há mulheres e até crianças, muitas delas filhos dos própriosr militares, além de um grupo de bombeiros mirins. A tropa de choque da polícia militar cercava o local e ameaçava invadir, apesar da resistência dos manifestantes. Havia cerca de 100 policiais ao redor do prédio.
As mulheres que participam da manifestação chegaram a fazer um escudo humano na porta do quartel, para impedir a entrada da cavalaria da PM. Um carro que estava no pátio foi manobrado para bloquear a entrada.
Os bombeiros rebelados reivindicavam a presença do governador do estado, Sérgio Cabral, do vice-governador, Luiz Fernando Pezão, ou do comandante-geral da corporação, coronel Pedro Machado, e dizem que não irão deixar o local até a chegada de uma das autoridades.
"Estamos aqui e só sairemos quando chegar uma autiridade para negociar. Diziam que éramos uma minoria, que éramos meia-dúzia de insatisfeitos. Agora, estamos mostrando quantos somos. Somos milhares", desabafou um dos manifestantes ao JB.

Reivindicações
Entre as principais reivindicações da categoria está o aumento do piso salarial para R$ 2 mil líquidos e o formecimento de vale transporte. Segundo informaçõs de um dos bombeiros que invadiram o quartel, o piso atual da categoria no estado do Rio é "o mais baixo do Brasil", de R$ 1.030 brutos - R$ 950 líquidos -sem direito a vale transporte.
Dentro do quartel, os bombeiros rebelados espalharam faixas de ordem nos carros da corporação. A maioria das mensagens pede "socorro".
O relações públicas da corporação, coronel Evandro Bezerra, afirmou que depende da Secretaria de Estado de Saúde e Defesa Civil a decisão sobre o que pode ser feito.
"Apenas a Secretaria de Saúde pode negociar ou decidir o que vai ser feito", afirmou.
Já a Ssecretaria de Segurança afirmou que todos os que invadiram o quartel serão presos.

Alerj
A manifestação dos bombeiros nesta sexta-feira começou às 14h, na escadaria da Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj). Mais de 4 mil pessoas participaram do protesto, que seguiu pela Rua Primeiro de Março e a Avenida Presidente Vargas. Sempre acompanhado pela PM, o protesto foi pacífico. Segundo os bombeiros, mais de 5 mil pessoas participaram da passeata. A PM estima que foram 3 mil.

 FONTE: www.jb.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário