Bem vindo ao blog da Guarda Municipal de Taapiramuta

BEM VINDO AO BLOG DA GUARDA MUNICIPAL DE TAPIRAMUTÁ, O SEU ESPAÇO DE NOTICIAS.

PARA COLABORAR COM O BLOG, ENVIE A SUA MATERIA PARA E-MAIL.

guardamunicipaldetapiramuta@gmail.com


Horas

quinta-feira, 17 de maio de 2012

FEIRA DE SANTANA: POLÍCIA APRESENTA ACUSADO DE ASSALTO A BANCO NO INTERIOR DO ESTADO





Foi
apresentado a imprensa de Feira de Santana na tarde desta quarta-feira (17), João Vitor Lima Martins, o "Vitinho”, 19 anos, acusado juntamente com o irmão, Jorge Antônio Martins da Silva Junior, o "Jorginho”, 20 anos, de participar de uma quadrilha responsável por vários arrombamentos de caixas eletrônicos.

Segundo a polícia, a quadrilha agiu nas cidades de Amélia Rodrigues, no dia 11 de fevereiro deste ano; Conceição da Feira, no dia 13 de março; Terra Nova, no dia 10 de Abril; Anguera, no dia 18 de Abril, e por último na cidade de Ichú, no dia 28 de Abril.

No dia do assalto ao Banco do Brasil em Ichú, Jorge, foi baleado em confronto com policiais militares e foi socorrido para o hospital Emec, em Feira de Santana.  Depois ele foi preso, autuado em flagrante e transferido para o Conjunto Penal de Serrinha.

Em
entrevista ao Acorda Cidade, o delegado Dermeval Amôes Filho disse que a equipe do Garcif (Grupo Avançado de Repressão a Crimes Contra Instituições Financeiras) iniciou as investigações do assalto do dia 28 de abril, que culminou com a prisão de Jorge, e a partir daí a policia descobriu as demais participações.

"Jorge Antônio participou do assalto na cidade de Ichú, quando saiu baleado, e foi resgatado pelos comparsas que o socorreram para o hospital Emec, dando entrada a princípio como se fosse vítima de assalto. Como a equipe do Garcif sabia das ações anteriores deslocou até o hospital e deu voz de prisão em flagrante ao Jorginho”, explicou o delegado. Ainda segundo o delegado, em todas as ações criminosas os irmãos estavam sempre juntos no local.
A polícia continua investigando o restante da quadrilha que encontra-se foragida. O ex-pm Hildo de Jesus Souza, que morreu em confronto com policiais de Tocantins fazia parte desta quadrilha.  O acusado João Vitor afirmou ao Acorda Cidade que não tem envolvimento com a quadrilha e que foi a cidade de Ichú prestar socorro ao irmão porque estava baleado e terminou sendo confundido com integrante.

"Eu
nunca participei de assalto a banco. Meu irmão Jorge Antônio também é inocente e não sabe o motivo da prisão”, declarou o acusado, que agora está a disposição da justiça.

Nenhum comentário:

Postar um comentário